Feeds:
Posts
Comentários

 

Os sites de relacionamentos possibilitam um relacionamento entre os pets

 

Por Julyana Rossato

 

Nesse Dia dos Namorados, 12 de junho de 2010, os animais de estimação também precisam de uma companhia.

Porém, onde existem agências de namoro para os pets?

Existem alguns sites de relacionamentos para os bichinhos, como o Namoro Cão e o Cantinho do Amor, que contêm a foto do animal, o nome, a raça, a cor, o gênero, a idade e o local da residência.

Além disso, pode-se ver o nível de popularidade e as principais características do temperamento do pet, que devem ser compatíveis com o pretendente escolhido.

O dono do animal deve cadastrar o bichinho no site de relacionamento e, para comprovar a veracidade das informações, é necessário informar o e-mail e o telefone, o que também facilita o encontro dos pets. 

(Imagem de Pet Rede)

Por Maria Alves

 

Cães velhinhos são calmos, gostam de cochilar e tem pouca paciência para brincadeiras

Os animais, assim como os humanos, envelhecem e precisam de alimentação e cuidados adequados. O primeiro sinal de envelhecimento em geral é a diminuição das atividades combinado com a tendência de dormir bastante. Os animais quando entram na fase geriátrica têm algumas alterações como: perda da visão pode ter alteração no olfato e na audição, os pêlos se tornam esbranquiçados, os reflexos já não são tão aguçados, o metabolismo fica vagaroso, o sistema imunológico cai e também a artrite chega. Essas alterações podem se manifestar antes dos oito anos de idade. Fique atento as mudanças de seu animal e leve-o para avaliações com o veterinário periodicamente.

 

Dicas Úteis

Informe-se sobre as condições e doenças comuns aos animais idosos e avise o médico veterinário sempre que perceber alguma alteração no seu animal.Alimente seu cão com ração de boa qualidade e forneça duas refeições pequenas ao dia, ao invés de somente uma com grande volume.

  • Não dê alimento além do necessário. A obesidade pode causar muitos problemas de saúde. Forneça nutrição adequada e promova exercícios regulares para o animal.
  • Considere o uso de suplementos alimentares diários e de medicação para controle das dores, caso o médico veterinário ache necessário.
  • Certifique-se de que os exercícios estão adequados à capacidade física do seu animal
  • Cuide da saúde dental do seu cão. Escove os dentes diariamente e faça a limpeza bucal sempre que o médico veterinário recomendar.
  • Siga o protocolo de vacinação recomendado pelo médico veterinário
  • Controle as pulgas e carrapatos do seu animal adequadamente, assim como do ambiente
  • Dê ao seu animal muito carinho e atenção e faça tudo que puder para mantê-lo ativo, feliz e saudável.

Por Maria Alves

Galos com lesões são apreendidos na Paraiba

Policiais civis desarticularam nesta quarta-feira (9) um esquema de rinhas de galo na cidade de Sumé, no Cariri paraibano. 

Oitenta galos de briga, com marcas de lesões recentes, foram apreendidos, além de três ringues, medicamentos, seringas e 16 esporões. Os animais e o material estavam distribuídos em quatro imóveis: um bar, localizado no bairro do Alto Alegre, duas residências no bairro de Várzea Redonda e no Sítio Lagoa do Cruz, zona rural do município.

O comerciante Antônio Alves de Lima, 51 anos, proprietário do bar, foi preso em flagrante. Com ele foram encontrados um revólver calibre 38, uma espingarda, 60 munições intactas, 56 espoletas, três quilos de chumbo, meio quilo de pólvora, um punhal, cinco facões, oito facas-peixeira, três canivetes e uma roupa camuflada.

De acordo com o delegado Jerônimo Barreto, titular da delegacia municipal, a ação policial é resultado de investigações desenvolvidas pelos comissários de polícia Francistone Thomaz e Eliel Tiburtino, das cidades do Congo e Amparo, respectivamente.

“Com a informação de que o bar era utilizado para as rinhas e a última teria acontecido no domingo (6), no sítio Lagoa do Cruz, com a participação de aproximadamente 40 pessoas, realizamos as apreensões e a prisão”, informou um dos comissários.

Antonio Alves de Lima foi autuado em flagrante por posse de arma e maus-tratos. “Outras três pessoas envolvidas e já identificadas serão processadas em liberdade pelo crime de maus-tratos, com base na lei de crimes ambientais”, esclareceu o delegado, acrescentando que a Polícia irá investigar os apostadores. “Se o incentivo à prática de maus-tratos for confirmado, eles também serão processados”, frisou Jerônimo Barreto. Os animais apreendidos serão encaminhados ao Instituto Brasileiro de Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

(Texto do PB Agora)

Por Julyana Rossato

 

Os donos dos animais de estimação trabalham o dia todo, exceto nos feriados, proporcionando uma vida confortável para os bichinhos.

Porém, como explicar ao pet que ele ficará sozinho, mas está seguro dentro de casa? Saiba como acostumar o seu gatinho com essa situação:

Segundo informações do site Indoor Cat Initiative, o dono do animal de estimação deve preparar o bichinho e, para distrair o pet, um bom truque é deixar o rádio ligado. Antes de sair para trabalhar, o dono deve brincar com o gatinho e reunir os itens que o animal pode precisar. Ou seja, colocar tudo em um único ambiente, desde a caixa de areia e a água até o arranhador e os outros brinquedos.

Além disso, para fazer com que o bichinho não fique atrás da porta, esperando o dono, uma dica é borrifar aromas cítricos na entrada da residência.

(Imagem do blog Calma)

Cinco toneladas de ração por mês. É o que consomem os cerca de mil animais abandonados mantidos pela Organização Não-Governamental AILA (Aliança Internacional do Animal). Localizada na Paraisópolis, segunda maior favela de São Paulo, a entidade acolhe cães e gatos – muitas vezes em situação delicada – encontrados em pleno abandono nas ruas da capital. 

A AILA também fornece assistência médica, abrigo, comida e um lar fixo, por meio da conquista de futuros donos, pessoas que desejam adotar um animal de estimação. Para tanto trabalho, a ONG mantém uma equipe de veterinários e “protetores”, além de um sítio para onde são encaminhados os animais já cuidados. A AILA não recebe verba de instituições e todas as despesas são supridas pelas consultas veterinárias realizadas pelos profissionais da ONG, que cobram preços populares. 

Colabore você também

Há 10 anos a entidade tem lutado pela internacionalização dos direitos dos animais e, freqüentemente, conta com a colaboração de voluntários, que contribuem com jornais, produtos de limpeza, remédios, tecidos ou aquelas roupinhas que não servem mais no seu macote.  A instituição também mantem cerca de 300 gatos e necessita urgente de doações de sacos de areia sanitária.  Para participar, basta entrar em contato com a AILA pelo telefone (11) 3507.1418 ou diretamente na sede da instituição que fica na Rua Pasquale Gallupi, 900 – Paraisópolis – São Paulo – SP.

 Fontes: Juventude Fugitiva e AILA

Por Maria Alves

É cada vez mais comum a presença de animais em sessões terapêuticas

Os animais de estimação cada vez mais ajudam  na recuperação de cirurgias, estresse pós-traumático (TSPT), assim como em casos graves de depressão. Os bichos auxiliam  muito na cura de várias doenças e sua presença em muitos casos  é  terapêutica. Nos Estados Unidos, veteranos de guerra que sofrem de TSPT estão sendo recuperados por cães especialmente treinados para resgatá-los de graves sequelas emocionais, tais como fobias, perda de memória e interesse pela vida em geral. O animal ajuda também no relacionamento entre as pessoas, pois ao passear na rua com o seu bicho, muitas pessoas se aproximam,  fazem perguntas e daí surge o diálogo e um novo relacionamento entre as pessoas. Cada vez mais crianças, jovens e idosos estreitam ainda mais sua ligação emocional e afetiva com os animais. Enfim, os animais de estimação fazem parte de nossas vidas. Seja para auxiliar nas doenças, ou até mesmo como uma simples companhia.

Por Do Carmo 

Os australianos Gilly Richardson e John Hugues adotaram como animal de estimação a fêmea de canguru Zoe, que mora com eles. Como o bicho já é uma figura da família – que conta ainda com duas garotinhas, Brooke e Holly -, os dois a chamaram para ser a dama de honra na cerimônia oficial de casamento em Deans Marsh, no Estado de Victoria, sul da Austrália. 

Zoe, de dois anos, ficou muito emocionada com o convite e pulou de alegria com a lembrança. Também saltou bastante na festa de troca de alianças, que ocorreu na fazenda da família. Isso irritou parte dos 80 convidados, além dos padrinhos. Ninguém sabia como acompanhar a cerimônia com tanta agitação no altar.

O casal amou a festinha feita pelo canguru e deu algumas risadas para quebrar o clima. Hugues e Gilly adotaram Zoe em fevereiro de 2009. Ela é uma dos sobreviventes de um incêndio na região que aconteceu naquela época. A tragédia resultou na morte de 173 pessoas e centenas de animais. Gilly contou ao jornal Daily Mail:

– Zoe é como uma terceira filha para nós. Mora dentro de casa mesmo e é muito amada.

(Texto do R7)