Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Alimentação’ Category

Por Maria Alves

Acabaram os dias tristes dos cachorrinhos de estimação! Nada mais de ficar com vontade das guloseimas que seus donos vivem a se deliciar. A Panetteria di Canni tem panettone, muffin e colomba pascal, todos especialmente elaborados para o bom gosto dos cães. Com receitas testadas por uma equipe de veterinários especializados em nutrição e dermatologia animal, os doces possuem uma variedade de receitas incrível. São tortas com geléia diet de morango, framboesa e kiwi, biscoito folhado salgado, pão de mel, pretzel, pão de alho e muffin de frutas vermelhas. Também tem a linha de cookies em vários sabores, snacks e petiscos que vão deixar os cães com “água na boca”.

A idéia da Panetteria di Canni começou com o veterinário e diretor da loja, Ângelo Carotta Neto, ao perceber a quantidade de animais que atendia com problemas por ingestão de alimentos não indicados. Foi aí então que começou a pesquisar receitas e produtos para animais que já eram comercializados no exterior, mas não no Brasil.
O veterinário resolveu produzir, em sua própria casa, algumas das receitas básicas, com o suporte de veterinários especializados em dermatologia e nutrição e de um clínico geral. “As primeiras ‘cobaias’ foram meus próprios cães”, revelou.

Após um tempo começaram a testar os produtos em cães de amigos e de clientes. As vendas começaram modestas, em seu próprio Pet Shop. Hoje, a Panetteria di Canni está presente em mais de 100 pontos de venda em todo país e a previsão para 2004 é chegar a 1000 pontos, com uma nova ação de divulgação e vendas que a Panetteria adotará a partir do mês de agosto.

Todos os alimentos são adoçados com mel, não contendo nenhum ingrediente nocivo à saúde do animal, não possuem também ingredientes à base de ração ou qualquer sub-produto animal. “Costumamos dizer aos donos dos cachorros que eles também podem experimentar as receitas, pois nenhuma delas é feita com ração ou qualquer sub-produto animal”, comentou. Os petiscos e snacks da Panetteria di Canni não têm nenhuma contra-indicação. Com o crescimento dos pedidos e a necessidade de se expandir, a Panetteria inaugurou uma fábrica em agosto de 2003, em São Paulo, e produz, hoje, 10 mil unidades por mês. “A capacidade de produção da fábrica hoje é de 20 mil unidades de qualquer produto por mês e ainda podemos expandir a produção para o triplo deste valor”, explicou Neto.

Os veterinários têm uma opção diferenciada, saborosa e de qualidade para indicar aos donos dos cãezinhos. Sem dúvida, nossos produtos são e aos seus clientes guloseimas de dar água na boca aos nossos melhores amigos“.

Os produtos são diferenciados não apenas em seus sabores, mas também o aspecto de suas embalagens criativas e que chamam a atenção do consumidor. O fecho das caixinhas são em formato de osso, e os doces possuem formatos de estrela, coração, panettones, etc. “Além disso, encomendamos pesquisas para desenvolver novos sabores e receitas para que os produtos fiquem cada vez mais saborosos”, finalizou Neto.

Mais informações para empresas e consumidores sobre a Panetteria di Canni podem ser obtidas pelo tel. (11) 5061-6265.

 

(Fonte : http://www.viadeacesso.com.br/v2/revista/Mundo_Animal/)

Anúncios

Read Full Post »

Por Maria Alves

Cães aprovaram o sorvete foto :divulgação das veterinárias Os sorvetes tradicionais podem causar diarréia, vômito e cáries nos dentes dos animais de estimação. Com o forte calor do verão e a relação cada vez mais cheia de mimos entre os donos e seus bichos, duas veterinárias de São Paulo lançaram, em janeiro, um sorvete produzido especialmente para cachorros.

Thaís Mucher, veterinária e empresária, afirma que a ideia surgiu porque ela mesma dava sorvete para seu cachorro. “Muita gente faz isso, mas não é recomendado. Nós pegamos a fórmula básica de um sorvete e tiramos a gordura hidrogenada, o açúcar e diminuímos em quase 50% o teor de lactose”, explica.

A veterinária alerta que o sorvete — que tem o selo do SIF (Serviço de Inspeção Federal)– não é indicado para cachorros diabéticos e com hipersensibilidade à lactose. O produto também não é indicado para gatos, aves, répteis e outros mamíferos. “Nós fizemos testes com gatos, não aconteceu nada e não há nenhuma contraindicação. Mas como não fizemos todas as pesquisas com gatos que fizemos com os cachorros, não fazemos a indicação”, explica Thaís.

E para os donos zelosos, que gostam de provar tudo o que dão para seus animais,             também não há contra-indicação. “Eu experimentei o sorvete, ele só é um pouco mais suave que o tradicional. Tenho cachorro desde os dois anos, trato meus animais de estimação como se fossem crianças e isso, hoje em dia, é cada vez mais comum. Por isso, experimento tudo de diferente que vou dar para meu cachorro”, diz Thaís. Mas, assim como os demais petiscos, o sorvete não deve substituir a ração

Thaís e sua irmã Juliana, que também é veterinária, dizem acreditar que o produto é o primeiro do tipo fabricado no

Os sorvetes são produzidos em três sabores:morango, creme e menta

Brasil. “Fizemos muitas pesquisas, achamos uma marca registrada, mas não achamos o sorvete para vender e não achamos site da empresa. Encontramos sorvetes para cachorros produzidos nos Estados Unidos, Bélgica e Taiwan”, diz Thaís.

Mais informações ligue:
Ice Pet
Tel.: 0/XX/112579-9332
Anclivepa

(Texto da Folha Online)

Read Full Post »